A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: austeridade

O governo vai furar o teto de gastos ou quebrar o piso?

Paulo Guedes sabe que, para completar seu projeto de destruição do Estado e dos direitos da Constituição de 1988, precisará do apoio e da popularidade de Bolsonaro.

Reforma tributária esbarra em paraísos fiscais, diz Luiz G. Belluzzo

Para o economista, Paulo Guedes e sua equipe ignoram as mudanças nos fluxos de riqueza ao pensar medidas tímidas de tributação.

Austeridade, uma concha vazia

Eis que os liberais brasileiros mordem seu próprio rabo. Afirmaram por anos que o Estado precisava cortar o gasto social, para equilibrar suas finanças. Agora, diante do fracasso da teoria, querem a Reforma Tributária – desde que não afete as elites.

Que a austeridade fiscal não volte da quarentena

No pós-pandemia, o conservadorismo econômico concentrará todos os esforços no resgate de uma suposta normalidade, apoiado no argumento de que a dívida pública cresceu e com uma retórica de que é necessário pagar a conta da crise. De outro lado, será preciso apontar para a hipocrisia e a demagogia desse discurso

ONU: Políticas econômicas e sociais do Brasil colocam vidas em risco

Em documento, relatores das Nações Unidas criticam governo brasileiro por colocar a economia acima das vidas e pedem suspensão do teto de gastos.

A pandemia cobra a autocrítica dos liberais

Precisamos de Estado como em poucas vezes na nossa história. Nossos liberais precisam admitir que não apenas os resultados das políticas implementadas não surtiram efeito, como nos colocaram num quadro mais dramático, com vidas perdidas

A crise do coronavírus é, sim, política

Em 2008 nos disseram para não “politizar” a crise. E tivemos uma década de austeridade.

Austeridade é a maior aliada do coronavírus no Brasil

As reformas liberais, como o “teto dos gastos”, não entregaram o resultado prometido e sucatearam ainda mais os serviços públicos voltados à saúde, ciência e educação

Paulo Kliass: A crise global, um convite à dissidência

Queda no preço do petróleo e coronavírus revelam agonia dos mercados, desconectados com a economia real. No Brasil, mito de “austeridade” já desmorona e nova oportunidade abre-se: revogar a EC 95, que congelou gastos sociais por 20 anos

Brasil só sai do “pibinho” de Bolsonaro com retomada de investimentos

Livro O Mito da Austeridade escancara equívocos e riscos da ideia de corte de gastos como indutor da economia

Porque os bancos lucram no Brasil enquanto o país afunda

Estamos atravessando a pior crise econômica de nossa história. Não se trata de um exagero retórico. Desde que o IBGE começou a calcular o PIB do Brasil nos anos 1940, nunca havíamos tido dois anos consecutivos de queda na atividade, como vimos em 2015 e 2016, quando o produto nacional encolheu 3,8% e 3,6%, respectivamente. Também não há precedente para a recuperação tão lenta da atividade econômica como a que vivemos agora.

Por Alexandre Andrada

Bruno Chapadeiro: Austeridade, desemprego e suicídios

A História mostra que, com medidas de austeridade e crescentes taxas de desemprego estrutural, a miséria e a desigualdade social tendem a se agravar. Isso resulta, dentre outras mazelas, na elevação das taxas de suicídios. Seria um recurso sistêmico e (in)consequente de uma política higienista de “eliminação dos indesejáveis” – a redução dos extratos saturados do exército industrial de reserva e/ou do lumpemproletariado? Seria o suicídio “não um ato livre, mas ideológico”?

Por Bruno Chapadeiro*

1 2 3 7