A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Estados Unidos da América

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Completa-se o primeiro mês desde que o Talibã assumiu o controle do Afeganistão. Os acontecimentos nesse período, entre eles o anúncio do governo provisório, é o principal destaque da análise internacional de Ana Prestes. Outros temas analisados são: a disputa eleitoral na Alemanha que encerrará 16 anos do governo de Angela Merkel, as relações entre China e EUA, o golpe militar na Guiné-Conacri, as novidades nas investigações sobre a morte do presidente Jovenal Moise, do Haiti, a tentativa do governo peruano para convocar uma Assembleia Constituinte e a derrota do presidente Alberto Fernandez nas eleições primárias da Argentina.

Fahrenheit, de Michael Moore, investiga as causas dos atentados de 11/09

Michael Moore monta o lado B da história dos EUA.

Os Estados Unidos e a América Latina após o “11 de setembro”

A América Latina é a única região do globo onde há um questionamento generalizado da política imperial e econômica da Casa Branca.

Os primeiros 20 anos do século XXI – uma imagem possível

No início deste século, os vários patrocínios americanos a grupos rebeldes de outros países e a eclosão de guerras civis em que os EUA intervêm ativamente foram a grande marca do país «mais livre» do mundo.

Atentados de 11 de setembro criaram “estado de super vigilância”

Aniversário do atentado às Torres Gêmeas expõe os traumas e as consequências do terrorismo

Ernesto Samper acusa OEA de perder neutralidade e submeter-se aos EUA

“A OEA se tornou um instrumento da hegemonia hemisférica dos Estados Unidos”, disse o ex-presidente da Colômbia

Como a equipe de Biden forjou o relatório sobre as origens do coronavírus

Na ausência de evidências sólidas e contentes com as evidências circunstanciais, os EUA querem desesperadamente incriminar a China.

O fiasco dos Estados Unidos no Afeganistão, por Tariq Ali

Em um período em que os EUA destruíram um país árabe após o outro, não surgiu nenhuma resistência que pudesse desafiar os ocupantes. Essa derrota pode muito bem ser um ponto de inflexão.

China acompanha de perto mudanças no Afeganistão após saída dos EUA

Enquanto os EUA saem do Afeganistão, a China faz aliança com o Talibã

Para entender a contraofensiva dos Estados Unidos

Tanto ontem como hoje a receita é a mesma: desestabilizar governos indisciplinados ou simplesmente com reivindicações de neutralidade e fortalecer os lacaios do império.

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

A original forma de escolha de candidatos a presidente do Chile é o principal destaque na análise internacional de Ana Prestes, que também aborda, nesta segunda-feira (19), as investigações sobre o assassinato de Jovenal Moise, presidente do Haiti, a tentativa de Joe Biden de constranger o governo cubano, os protestos e distúrbios na na África do Sul, a falta de entendimento entre as forças político-religiosas do Líbano para compor um novo governo, a tensão entre a União Europeia e a Hungria em razão das políticas homofóbicas do governo de Viktor Orban e o crescimento da empresa chinesa Xiaomi.

Cuba é “objeto do desejo” dos Estados Unidos

Do ponto de vista americano, Cuba lhes pertence, e está incluída na sua “zona de segurança”. Além disto, aos seus olhos, a posição soberana dos cubanos transforma a ilha num aliado potencial dos países que se propõem exercer influência no continente americano, de forma competitiva com os Estados Unidos. *

1 2 3 282