A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Greve geral

Servidores federais reagem a Bolsonaro e planejam greve geral em março

Como parte de mobilização para nova campanha salarial, lideranças sindicais das carreiras do funcionalismo já preveem greve no dia 18 de março

Centrais sindicais chamam Dia Nacional de Mobilização para 12 de julho

Após o êxito da Greve Geral de 14 de junho, as centrais sindicais reafirmaram a unidade do movimento para enfrentar a reforma da Previdência no Congresso Nacional. Em nota divulgada nesta terça-feira (25), as entidades se posicionaram contra o relatório substitutivo do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) e anunciaram uma nova jornada de lutas: o Dia Nacional de Mobilização, em 12 de julho, “com atos, assembleias e manifestações em todas as cidades e em todos os locais de trabalho”.

Por André Cintra

Centrais sindicais avaliam sucesso da greve geral e mantêm mobilização

As centrais sindicais brasileiras (CTB, CUT, Força Sindical, Nova Central, CSB, CGTB, UGT, Intersindical Central, Intersindical e Conlutas) divulgaram na tarde desta segunda-feira (17) uma nota conjunta em que avaliam como “muito positiva” a greve geral realizada na última sexta-feira (14) e atribuem o sucesso da mobilização à unidade de ação do movimento sindical e dos movimentos sociais.

Dia 14 de junho em Juazeiro do Norte

 

Marcelo Arias: A Batalha de 14 de Junho

A Greve Geral Unificada Contra a Reforma da Previdência se provou um movimento vitorioso. É preciso ter claro que a greve não é, tão-somente, a paralisação de atividades em si, mas todo o processo de informação, conscientização, mobilização e participação dos trabalhadores e trabalhadoras. Fábricas e postos de serviços paralisados são uma expressão de greve, não o seu resultado.

Por Marcelo Arias*

CTB-SP exalta a Greve Geral: “Luta contra a reforma avançou” 

A Greve Geral deste histórico 14 de Junho, convocada pelas centrais sindicais, demonstrou força em São Paulo. Além de grandes paralisações em escolas, transporte coletivo, bancos, fábricas e empresas públicas, houve centenas de manifestações em todas as regiões do estado. Mais de 10 milhões de trabalhadores e estudantes pararam nesta sexta-feira (14/6), conforme levantamento da CTB-SP (seção paulista da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil).

Por André Cintra*

 Pernambuco reúne centenas de manifestantes em protesto contra reforma

Cerca de 50 mil pessoas, segundo os organizadores, participaram do protesto contra a reforma da Pevidência e os cortes de verbas para a educação pelo governo Bolsonaro na tarde/noite desta sexta-feira (14), no Recife. Convocada pelas centrais sindicais a manifestação reuniu entidades estudantis, professores, movimentos sociais e partidos políticos, como o PCdoB, entre outros segmentos da sociedade civil.

Veja galeria de fotos da greve geral

Paralisação teve ampla adesão. 

Sete paralisações que marcaram a história do Brasil 

Com a Previdência Social ameaçada pela proposta de reforma do governo Bolsonaro , o Brasil realiza mais uma Greve Geral. A última aconteceu no dia 28 de abril de 2017, e pretendia barrar a reforma trabalhista e a reforma da Previdência, ainda nos moldes do governo de Michel Temer. Antes dessas, outras mobilizações nacionais marcaram a história. Neste especial, o Brasil de Fato resgatou a história das principais greves de trabalhadoras e trabalhadores presenciadas pelo país.

14 DE JUNHO — GREVE GERAL: O CEARÁ VAI PARAR!

As entidades sindicais e estudantis brasileiras realizarão uma grande greve geral e nacional nesta sexta-feira, 14 de junho. No Ceará, a expectativa é de que milhares de trabalhadoras, trabalhadores e estudantes paralisem durante o todo o dia e se manifestem contra a Reforma da Previdência e contra o desmonte das políticas sociais.
 
 

Greve Geral: Confira lista de atos e mobilizações desta sexta-feira

A Greve Geral convocada pelas centrais sindicais CTB, CUT, CGTB, UGT, Nova Central, Conlutas,Intersindical, Força Sindical, com apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo e outras inúmeras entidades da sociedade civil organizada, prometem grande paralisação contra a reforma da Previdência, contra os cortes na Educação e por mais empregos. Trabalhadores prometem parar nesta sexta-feira (14).

Greve Geral é ilegal?

Às vésperas de uma greve geral, marcada para o dia 14 de junho de 2019, emerge um debate sobre a legalidade de uma paralisação geral dos trabalhadores. Os principais argumentos contrários consideram greve geral como sinônimo de greve política; preconizam ainda que o direito de greve só pode ser exercido em face de empregador determinado para a consecução de direitos estritamente contratuais, e desde que pudesse resultar em um acordo ou convenção coletiva de trabalho.

Por Ronaldo Lima dos Santos*

1 2 3 6