A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Vaza Jato

Especialistas dizem que faltam elementos no relato de hacker

Walter Delgatti Neto, de 30 anos, mais conhecido como Vermelho —ou, agora, como o hacker de Araraquara—, descreveu à Polícia Federal como, de maneira autodidata, conseguiu chegar, supostamente, ao aparelho celular do procurador da República Deltan Dallagnol, depois de hackear também nomes como o da ex-presidenta Dilma Rousseff ou do presidente do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. 

 Antonio Martins: E se o grande hacker for Moro?

Rememore os fatos, como num filme. O ministro da Justiça está nas cordas, acuado pelo vazamento de diálogos que revelam como, quando juiz, abandonou a imparcialidade, feriu a lei e imiscuiu-se em assuntos políticos para favorecer um candidato que, no ato seguinte, o levaria ao governo. Em certa altura, sua linha de defesa, que jamais nega a possibilidade de os diálogos serem reais, torna-se ineficaz.

Por Antonio Martins

Alon Feuerwerker: Como a Vaza Jato implodiu a narrativa da Lava Jato 

A propaganda e a guerra psicológica têm seu papel nos conflitos, mas só podem ser declaradas decisivas quando um lado decide capitular apesar de ainda ter recursos suficientes para virar o jogo. Outro jeito de ganhar guerras é eliminar o inimigo. Outra maneira é o armistício sem capitulação. A Alemanha perdeu a Primeira Guerra Mundial do primeiro jeito, e a Segunda do segundo. A Guerra da Coreia terminou do terceiro jeito.

Por Alon Feuerwerker*

Moro perde apoio no STF e no Congresso após série de ilegalidades 

O envolvimento do ministro Sergio Moro (Justiça) nos desdobramentos da Operação Spoofing, que prendeu quatro supostos hackers nesta semana, reacendeu a pressão de alas do STF (Supremo Tribunal Federal) e do Congresso para que os dois Poderes deem resposta à atuação do ex-juiz da Lava Jato. A avaliação de ministros da Corte e de parlamentares é a de que Moro extrapolou os limites de sua competência como ministro ao indicar que teve acesso a dados de uma investigação sigilosa da Polícia Federal.

Deltan Dallagnol recebeu por palestra secreta na XP Investimentos

A empresa do mercado finaceiro XP Investimentos pagou por uma palestra secreta feita pelo procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol, indicam novas mensagens reveladas. O encontro foi realizado no dia 13 de junho de 2018, e o tema era a eleição e a Lava Jeito. Detalhe que essa reunião foi realizada quatro meses antes do pleito presidencial.

Presidente da OAB diz que Moro usa cargo e banca o chefe de quadrilha

À colunista do jornal Folha de São Paulo Mônica Bergamo, o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, afirmou que o ministro da Justiça, Sergio Moro, "usa o cargo, aniquila a independência da Polícia Federal e ainda banca o chefe de quadrilha ao dizer que sabe das conversas de autoridades que não são investigadas".

Políticos, Judiciário e até Polícia Federal criticam manobra de Moro  

Em mais uma ilegalidade – agora à frente do Ministério de Justiça e Segurança Pública –, o ex-juiz Sergio Moro decidiu descartar, por conta própria, material obtido pela Polícia Federal (PF) junto a hackers. Essa decisão, no entanto, não cabe ao titular da Justiça, mas, sim, ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília.

Glenn revela diálogo no qual fonte nega troca de mensagens com Moro

“Nós não somos ‘hackers newbies’ (amadores), a notícia não condiz com nosso modo de operar, nós acessamos telegrama com a finalidade de extrair conversas e fazer justiça, trazendo a verdade para o povo”, diz a fonte que entregou os diálogos da Operação Lava jato ao jornalista Glenn Greenwald.

Intercept: Empresa citada na Lava Jato contratou palestra de Deltan 

O procurador Deltan Dallagnol fez uma palestra remunerada no valor de R$ 33 mil para uma empresa citada em acordo de delação na força-tarefa da Lava Jato. É o que apontam mensagens e documentos obtidos pelo site The Intercept Brasil e analisados em conjunto com a Folha de S.Paulo. Embora a empresa – a firma do setor de tecnologia Neoway – tenha sido delatada em caso de corrupção, pela primeira vez, em marco de 2016, Deltan foi contratado pela palestra dois anos depois, em março de 2018.

Glenn diz que recebeu informações de forma anônima e sem cobrança

Preso sob a suspeita de atuar como hacker, Walter Delgatti Neto, disse à Polícia Federal que foi a fonte do material que tem sido publicado desde junho pelo site The Intercept Brasil com conversas nada republicanas entre o então juiz Sérgio Moro (ministro da Justiça) e procuradores da Lava Jato.

Vazamentos do Telegram e protestos derrubam governador de Porto Rico 

Após duas semanas de protestos em massa, o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, anunciou sua renúncia para 2 de agosto. O político está no centro de um escândalo desencadeado pelo vazamento de conversas entre ele e alguns de seus assessores. As mensagens foram trocadas no aplicativo Telegram.

PT desmascara manobra de Moro: “Inquérito é mais uma armação” 

“O ministro Sergio Moro, responsável pela farsa judicial contra o ex-presidente Lula, comanda agora um inquérito da Polícia Federal com o claro objetivo de produzir mais uma armação contra o PT.” A denúncia partiu do próprio Partido dos Trabalhadores na noite desta quarta-feira (24), em nota assinada por sua presidenta nacional, Gleisi Hoffmann, e pelos líderes do partido na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta, e no Senado, Humberto Costa.

1 6 7 8 9 10