Bolsonaro e seu pântano, é destaque na Semana Vermelho

Veja o que foi destaque na semana de 22 a 28 de novembro.

Jair Bolsonaro - Foto: Isac Nóbrega / PR

O segundo turno da eleição municipal, realizado neste domingo (29), deve ser a confirmação da derrota de Bolsonaro e da extrema direita, conforme mostram os prognósticos. As capitais estaduais foram, tudo indica, o grande atoleiro de Jair Bolsonaro e seus apoiadores.

Ele perdeu popularidade em 23 das 26 capitais. E, em São Paulo, o avanço progressista se configurou no amplo apoio dos partidos PSOL, PT, PDT, PSB, PCdoB, Rede, PCB e UP à Frente Democrática por São Paulo, indicando a disposição para a formação uma ampla da frente democrática capaz de enfrentar e derrotar o bolsonarismo e a extrema-direita.

Nesta semana o Brasil amarga, infelizmente, a superação da marca de 170 mil mortes causadas pelo coronavírus. Ao mesmo tempo em que a irresponsabilidade do governo federal é mais uma vez comprovada pela notícia de que deixou estragar, em um depósito, 6,8 milhões de testes para diagnóstico da Covid-19.

Há uma boa notícia, na área da cultura. Este ano, o Prêmio Jabuti foi para a grande poetisa (e vereadora reeleita pelo PCdoB do Recife) Cida Pedrosa, a primeira pernambucana a ganhar o Livro do Ano, atribuido à sua obra “Solo para Vialejo”.

E outra notícia ruim, e amarga, foi a partida do genial e irreverente Maradona, que deixou a vida devido a uma parada cardio-respiratória, e cujo funeral reuniu mais de um milhão de pessoas que, em Buenos Aires, fizeram as vezes dos milhões de admiradores de Maradona no Brasil, nas Américas e no mundo.

As capitais, o atoleiro de Bolsonaro

Bolsonaro perde apoio popular em todas as regiões do Brasil, diz Ibope – A aprovação ao governo bolsonarista piorou em todas as regiões do Brasil, caindo numericamente em 23 das 26 capitais de outubro e novembro. Bolsonaro foi o principal derrotado nas eleições municipais e as capitais foram o epicentro desse revés.

O genial e irreverente Maradona se foi Maradona (1960-2020), um craque argentino, uma lenda sul-americana. Diego Armando Maradona, um dos maiores jogadores e personagens na história do futebol mundial, morreu na manhã da quarta-feira (25), aos 60 anos. O anúncio do Clarín deu o tom da comoção instantânea provocada pela morte de Dieguito. “E um dia ocorreu. Um dia, o inevitável aconteceu. É um tapa na cara emocional e nacional. Um golpe que reverbera em todas as latitudes. Um impacto mundial”, disse O Clarin, principal jornal argentino.

Em São Paulo, Boulos e a Frente Ampla Frente ampla: Boulos reúne Lula, Ciro, Dino e Marina em programa de TV. O candidato do PSOL à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, reuniu em seu programa uma frente ampla de apoiadores. A peça exibiu depoimentos pró-Boulos do ex-presidente Lula, de Ciro Gomes, Flávio Dino e de Marina Silva. Boulos conseguiu fazer a união dos partidos de esquerda que até então não havia acontecido, a “Frente Democrática por São Paulo”, com PSOL, PT, PDT, PSB, PCdoB, Rede, PCB e UP. “Se a gente ganha em São Paulo, é o começo da derrota de Bolsonaro e de João Doria em 2022”, disse Boulos.

Mais de 170 mil mortos por Covid-19 – Com 630 novas mortes por Covid-19, Brasil passa de 170 mil no total.

Quase 15 em cada 100 trabalhadores não tem empego, um recorde cruel Taxa de desemprego salta de 13,3% para 14,6% e volta a bater recorde. O mercado de trabalho no Brasil continua refém da pandemia de Covid-19 e do desastroso governo de Bolsonaro. O IBGE diz que, entre o segundo e o terceiro trimestre de 2020, a taxa de desemprego pulou de 13,3% para 14,6%. “Mais de 1,3 milhão de desempregados entraram na fila em busca de um trabalho no País”, disse o IBGE na sexta-feira (27), ao divulgar a PNAD/Contínua Trimestral.

Racismo é agravante em crimes Projeto aprovado no Senado prevê o racismo como agravante em crimes .Um projeto de lei (PLS n° 787) que inclui racismo como agravante para crimes previstos no Código Penal Brasileiro foi aprovado na quarta-feira (25) no Senado. O texto, de autoria do senador negro Paulo Paim (PT-RS) inclui intolerância por etnia, religião e procedência nacional e a orientação sexual como um dos agravantes.

Cida Pedosa ganha o Jabuti Cida Pedrosa é destaque no Prêmio Jabuti e conquista Livro do Ano. Recém-eleita vereadora por Recife, Cida Pedrosa (PCdoB) é a primeira pernambucana a ganhar o Livro do Ano no Prêmio Jabuti. Sua obra “Solo para Vialejo” é o livro do ano na 62ª edição do Prêmio Jabuti, o prêmio literário mais tradicional do Brasil.

Financistas veem Paulo Guedes como mini-ministroUltraliberais em crise: o mercado já começou a rifar Paulo Guedes. A blindagem conquistada há dois anos junto ao mercado financeiro pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ruiu. De quase unanimidade entre os rentistas, Guedes virou um gestor fragilizado e substituível.

Impostos: Cobrar mais de quem tem maisTributar os super-ricos, o caminho é por aí. A questão tributária está na ordem do dia, ainda mais instigada pela taxação das grandes fortunas, aprovada na Argentina na última semana. É preciso levar em conta que o sistema tributário não se pauta somente pelo resultado econômico. Ele precisa ser aceito socialmente por um princípio de justiça fiscal.

Justiça fiscal é a questão fundamental. Cobrar mais imposto de renda de quem tem mais com que contribuir, assim como tributar o patrimônio excedente, as propriedades rurais (que até hoje quase não contribuíram), cobrar dos setores altamente lucrativos (como bancos), são medidas que contribuem para uma arrecadação mais justa, que onera quem pode mais.

IrresponsabilidadeGoverno federal deixa 6,8 milhões de testes estragarem. Sem levar em consideração o que recomenda a OMS, o governo Bolsonaro prefere deixar estragar 6,8 milhões de testes para diagnóstico da Covid-19 a usá-los em massa a população. Esses testes estão estocados em um armazém do governo federal em Guarulhos (SP). A quantidade de testes que perde a validade em dezembro e janeiro é bem maior do que os 5 milhões de testes que o SUS realizou em nove meses de pandemia.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *