A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Itamaraty

O conluio da ultradireita americana com o nepotismo de Bolsonaro 

O nepotismo exacerbado do Bolsonaro indicando seu filho Eduardo, o 03, para embaixador em Washington, é um problema grave, acentuado pelo enorme despreparo do 03 para o cargo. Mas a rumorosa indicação é um projeto da ultradireita americana para garantir a submissão da América do Sul aos desígnios do seu país, reduzindo esse subcontinente ao que foi em tempos passados, um quintal dos Estados Unidos.

Por Haroldo Lima*

Cônsul acusa governo Bolsonaro de exonerá-lo por criticar Moro 

Ex-cônsul honorário do Brasil em Queensland, na Austrália, o advogado Valmor Gomes Morais afirma ter descoberto pelo Diário Oficial da União que foi exonerado do cargo, na última quinta-feira. O desligamento ocorreu menos de uma semana após ele ter feito críticas ao ministro Sergio Moro (Justiça) em seu perfil pessoal no Facebook.

Luis Fernando Veríssimo: O “nãopotismo” de Bolsonaro 

Não sejamos injustos. A discussão sobre se um presidente da República nomear um filho embaixador constitui nepotismo ou não toma um rumo indesejável, agravado pela ignorância ou a má-fé.

Por Luis Fernando Verissimo*

Itamaraty exclui questões sobre governos Lula e Dilma em concurso

O Ministério das Relações Exteriores excluiu conteúdos relacionados às políticas econômicas dos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff da lista de conhecimentos exigidos na prova de ingresso para a carreira diplomática.

Ditadura pagou colaborador do nazismo para vigiar brasileiros em Paris

No começo da ditadura militar (1964-1985), o francês Georges Albertini recebia US$ 3.600 trimestrais do regime. Ex-colaborador do nazismo durante a 2ª Guerra Mundial, o lacaio tinha mais uma missão torpe na carreira: espionar exilados brasileiros que se foram para Paris após o Golpe de 64, como o jornalista Samuel Wainer e o bispo dom Hélder Câmara.

Um Itamaraty rendido

Política externa do Brasil abre as portas do país para os interesses da Casa Branca. 

Por Osvaldo Bertolino

China, Rússia e Turquia esnobam Itamaraty e mantêm apoio à Venezuela 

Na primeira tentativa do governo Bolsonaro de jogar papel efetivo no cenário internacional, o Ministério das Relações Exteriores fracassou. A diplomacia brasileira tentou fazer contatos nos últimos dias para sondar a disposição de China, Rússia e Turquia de romper com o regime de Nicolás Maduro e reconhecer o golpista Juan Guaidó como presidente encarregado da Venezuela. Esnobado – o que era previsível –, o Itamaraty desistiu da pretensiosa tentativa de mudar a postura dos três países.

Itamaraty está confuso e ideológico sob Bolsonaro, diz professor da GV

Em apenas 45 dias sob o governo Jair Bolsonaro (PSL), o Itamaraty “antiglobalista” já é alvo de críticas generalizadas. Na opinião de Oliver Stuenkel, professor de Relações Internacionais da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo (FGV-SP), a crise é de tal precocidade e envergadura que parte da comunidade internacional começou a evitar o Ministério das Relações Exteriores e elegeu o vice-presidente, Hamilton Mourão, como interlocutor preferencial.

O chanceler que tem a ilusão de falar “de igual para igual” com os EUA

Desde que tomou posse no Itamaraty, em 2 de janeiro, com um dos discursos mais prolixos e enfadonhos na história da República, Ernesto Araújo deixou clara a vocação para a retórica pretensiosa. Se a péssima repercussão de sua estreia como ministro de Relações Exteriores do governo Bolsonaro o inibiu, foi temporariamente.

Militares enquadram chanceler de Bolsonaro. E quem vai calar Mourão? 

Após apenas um mês de governo e em meio a um sem-número de polêmicas, a gestão Jair Bolsonaro (PSL) começa a enfrentar seus “fios soltos” mais explosivos. A primeira vítima foi o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, indicado ao cargo pelo filósofo ultradireitista Olavo de Carvalho. Ao que tudo indica, o próximo alvo é o vice-presidente, general Hamilton Mourão.

De Olho no Mundo, por Ana Prestes

Um resumo diário das principais notícias do mundo. 

Em manifesto, diplomatas repudiam chanceler Ernesto Araújo

O documento sai em defesa do Itamaraty. 

1 2 3 4 8