A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Mali

A França retira suas tropas do Mali: o que está deixando para trás?

A França sai da África sob a desconfiança dos malineses, que veem os franceses treinando terroristas para seus interesses. Rússia tem a simpatia local para ocupar o espaço deixado.

Ebola: governo e Nações Unidas declaram Mali livre da doença

O governo do Mali e as Nações Unidas anunciaram nesse domingo (18) que o país está livre do ebola após terem sido registrados 42 dias sem novos casos confirmados do vírus.

Tuaregues declaram fim do cessar-fogo no Mali

Após algum tempo de hiato no desenrolar da situação política do Mali, o Movimento Nacional pela Liberação do Azawad (MNLA) anunciou o fim do pacto de cinco meses para um cessar-fogo com o governo, neste fim de semana. No encalço dos confrontos registrados na cidade de Kidal (no norte do país), a suspensão do pacto põe em risco a transição política iniciada com as eleições recentes, após um golpe militar em 2012.

Por Moara Crivelente, da redação do Vermelho

Mali e Angola tentam fortalecer cooperação mútua

Angola e Mali, países cujas relações político-diplomáticas são boas, poderiam reforçar a cooperação em setores como o econômico e o cultural, afirmou nesta quarta-feira (28) em Luanda uma fonte diplomática.

Presidente eleito do Mali deve restabelecer estrutura do país

O presidente da República Islâmica do Irã, Hassan Rouhani, congratulou o presidente eleito do Mali, Ibrahim Bubacar Keita, nesta terça-feira (27), através de uma breve mensagem ao novo chefe de Estado no país norte-africano. As eleições foram finalizadas no dia 11 de agosto, quando Keita venceu com 77,6% dos votos.

Mali elege novo presidente ainda com intervenção estrangeira

Ibrahim Boubacar Keita, antigo primeiro-ministro e figura dominante da política nacional, nesta segunda-feira (12), foi eleito presidente do Mali, país que no último ano assistiu a uma rebelião armada, um golpe de Estado, cidades tomadas por grupos islamistas e a uma intervenção militar estrangeira, iniciada, de forma ilegal, pela França, em um ímpeto neocolonialista.

Lopes Pereira: As incríveis eleições no Mali

Na África, as eleições impostas fazem parte do moderno arsenal de dominação imperialista utilizado para “legitimar” situações inaceitáveis. Quando outros meios mais ou menos sofisticados não são suficientes, as potências ocidentais recorrem à força das armas (a velha política da canhoneira) e, uma vez “resolvida” a questão, assegurada a continuação do domínio e da exploração neocolonial, organizam a “democracia”.

Por Carlos Lopes Pereira*

Governo interino do Mali realizará eleições após acordo interno

O ministro de Relações Exteriores do governo interino do Mali, Tieman Hubert Coulibaly declarou que as eleições presidenciais previstas para 28 de julho serão realizadas. “Estamos técnica e materialmente prontos”, disse o chanceler, nesta quinta-feira (4); “não há razão para mudar a data”, completou. No mês passado, o governo interino e grupos envolvidos em um conflito armado desde 2012 assinaram um cessar-fogo que prevê soluções políticas.

Por Moara Crivelente, da redação do Vermelho

Espanha aumentará sua presença militar no Mali

O governo conservador de Mariano Rajoy decidiu nesta sexta-feira (7) duplicar a contribuição espanhola à missão da União Europeia (UE) no Mali.

Conselho de Segurança aprova missão militar para o Mali

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou nesta quinta-feira a criação de um contingente militar da organização que, além de uma missão política, deverá proteger militarmente a população civil e garantir a segurança no norte do Mali.

Mali: França inicia retirada simbólica de tropas em intervenção

A França retirou 100 dos 4.000 oficiais militares que havia enviado ao Mali, a partir da intervenção militar Serval que iniciou no país africano no passado 11 de janeiro, de acordo com informações dadas nesta terça-feira (9) em Paris pelo Estado-Maior do Exército. 

A França se arrependerá de seu apoio aos terroristas

Em finais de fevereiro, as agências noticiosas internacionais informaram que centenas de rebeldes estrangeiros estavam fugindo da província de Ibleb, no noroeste da Síria, através da Turquia. Alguns deles afirmaram que estavam planejando unir-se aos militantes da Al-Qaeda no Mali para lutar contra as tropas francesas no país africano.

Yusuf Fernández

1 2 3 5