A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: sistema financeiro

Oposição cobra garantia de saúde, empregos e salários

Para os partidos de oposição é preciso recuperar o precioso tempo perdido com os erros e a imprevidência do governo federal no combate á crise do coronavírus e seus efeitos sobre o povo brasileiros e a economia nacional.

O que está por trás da tentativa de afundar o BNDES

O BNDES é um inimigo a ser eliminado. Dois fatores explicam por que tantas alas da direita brasileira estão querendo afundar um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo.

Ciro Gomes: Bolsonaro é um mero títere do baronato financeiro

Para Ciro, presidente não encerrará o mandato por uma combinação de fatores: histórico pós-redemocratização, perfil heterogêneo dos grupos que compõem o governo e características pessoais de Bolsonaro

Paulo Guedes na corda bamba?

A situação de Paulo Guedes no governo do capitão já não pode mais ser caracterizada com a tranquilidade típica de um céu de brigadeiro – expressão com que os pilotos de aeronaves costumam se referir a um voo sem turbulências pela frente. A força do superministro seria inquestionável, a se levar em conta a forma pela qual ele vinha sendo tratado, até bem pouco tempo atrás, pela maior parte dos grandes meios de comunicação. 

Paulo Kliass*

Paulo Kliass: O superávit primário e a casta de privilegiados

É bem verdade que o famigerado termo do economês caiu um pouco em desuso nos meios dos “especialistas”, as figurinhas carimbadas sempre chamadas a fornecer suas opiniões nas colunas de economia dos grandes meios de comunicação. Afinal, não tem mesmo mais sentido ficar clamando pelo sacrossanto “superávit” quando os resultados fiscais têm apresentado – de forma sistemática desde 2014 – saldos negativos na abordagem do balanço dito “primário” das contas públicas.

Paulo Kliass: Financismo e bancos públicos

O primeiro dia da segunda semana do governo do capitão e de seus generais representou uma declaração de guerra do povo do financismo contra o nosso sistema dos bancos públicos federais. Ao contrário de todo o tipo de bateção de cabeça que se verificou nas definições das demais áreas da equipe de Bolsonaro, aqui nesse campo parece que o jogo é mais profissional e coordenado.

Enquanto os bancos lucram, 62% dos brasileiros estão endividados

Só com os juros cobrados, os bancos embolsaram mais de R$ 354 bilhões no ano passado. Os juros do cheque especial chegam a 300% ao ano. 10,8% da renda anual das famílias foram usadas para pagamento de juros

Por Rosely Rocha, especial para Portal CUT

Haddad: 'Fazenda será comandada por nome ligado à produção, não por banqueiro'

Fernando Haddad, candidato do PT à presidência, disse nesta terça-feira (9) que o Ministério da Fazenda de seu eventual governo será comandado por um nome "ligado à produção" e não por um banqueiro.

Empolgados com Bolsonaro, ação de fabricante de armas dobra na bolsa

Enquanto Jair Bolsonaro (PSL) tenta fazer a linha de estadista pacificador, contrariando o discurso que faz há 30 anos de vida pública, o mercado de armas já fatura com a ascensão do ultraconservador nas pesquisas de intenções de voto. A fabricante brasileira de armas Forja Taurus obteve um salto de suas ações na bolsa.

Quem ganha com o lucro dos bancos, além dos bancos?

"Os lucros dos cinco maiores bancos do Brasil bateram recordes em 2017. Itaú Unibanco, Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Brasil e Santander somaram lucro de R$ 77,4 bilhões, 33,5% a mais do que em 2016". 

Por Clemente Ganz Lúcio* 

Paulo Kliass: A dominância do financismo

Uma das maiores dificuldades para se transformar uma realidade portadora de injustiça e desigualdade é o seu processo de “naturalização” e sua aceitação de forma passiva por parte de setores expressivos da sociedade. Fenômeno semelhante tem ocorrido ao longo das últimas décadas com a tendência à financeirização em nossas terras.

Por Paulo Kliass*

Lucro dos bancos em 2017 foi maior que dois anos de Bolsa Família

2017 foi um dos piores anos da história para o povo brasileiro: mais de 12 milhões de desempregados, a volta do terror da fome, redução ou fim de programas sociais. Para os banqueiros e seus associados, os rentistas, foi uma festa de gala: o lucro dos três maiores bancos no ano passado foi de R$ 53,8 bilhões, mais de duas vezes o orçamento do Bolsa Família para 2018, de R$ 28,7 bilhões. Em cinco anos, o lucro dos bancos saltou nada menos que 127%.

Por Mauro Lopes, em seu blog

1 2 3 4 7