A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

José Reinaldo Carvalho

Membro do Comitê Central e da Comissão Política Nacional do PCdoB, responsável pela Solidariedade Internacional
Não tira não, Mr. Pompeo

O secretário de Estado dos EUA Mike Pompeo não vai conseguir cumprir a ameaça de “tirar Maduro” do poder, feita em território brasileiro, com a cumplicidade de Ernesto Araújo. O presidente venezuelano Nicolás Maduro decretou que as forças armadas do país permaneçam em “alerta máximo”

EUA e aliados militares elevam a tensão na Europa Oriental

A Rússia ressente-se das frequentes manobras militares promovidas pelos Estados Unidos e seus aliados, como também da instalação nas proximidades de sua fronteira ocidental de enorme infraestrutura militar. Na atualidade, os problemas que envolvem a Rússia e a Otan têm como pano de fundo a ameaça de desestabilização na Bielorrússia.

China, Cuba e Rússia avançam na produção da vacina contra a covid

Os principais veículos de comunicação do mundo propiciam diariamente uma enxurrada de informações – e fazem proselitismo – sobre essas duas vacinas em desenvolvimento, a passo que desinformam, tergiversam e omitem experiências promissoras como são as das vacinas chinesas, a russa e a cubana.

Imperialismo prepara em Minsk uma nova Maidan

“Tal como a Ucrânia foi um campo de prova para a aplicação de uma estratégia de cerco à Rússia, a Bielorrúsia fica agora na alça de mira do ataque das potências imperialistas estadunidense e europeias, uma ofensiva que, como a de Maidan, mistura russofobia com anticomunismo”

A China se apresenta no ‘front’ militar como fator de paz

“O impulso à modernização das forças armadas chinesas faz parte do novo momento da presença do país no mundo e da sua cada vez maior assertividade nas relações diplomáticas. A China hoje dispõe de condições mais favoráveis para desenvolver um relacionamento multilateral com todos os países nos planos bilateral e multilateral, e com todas as organizações do sistema internacional”

China versus EUA: um confronto que pode durar décadas

“Doravante, a China e os Estados Unidos trilharão caminhos divergentes e opostos. Tudo leva a crer que nas próximas décadas a rivalidade sino-americana estará no centro dos contenciosos internacionais”,

Bolsonaro não mudou nem vai mudar

“Bolsonaro ‘paz e amor’, do diálogo e de um suposto governo de centro-direita é uma contrafação, uma ópera-bufa, um mito, inventado por setores da mídia. O diálogo, entendimento, conciliação ou seja o que for que esteja sendo engendrado entre o Palácio do Planalto e os chefes das duas casas do Congresso Nacional poderá levar a qualquer coisa, menos à estabilidade, à solução da crise do país e à defesa da democracia”

Governo Bolsonaro quer ir à guerra contra a Venezuela

“O texto da nova Política Nacional de Defesa será oficialmente apresentado ao Conselho de Defesa, em reunião no Palácio do Planalto, com a presença dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, e, em seguida, enviado ao Congresso, no próximo dia 22. Vale uma interpelação parlamentar, um amplo debate sobre o tema, a contestação das diretrizes belicistas que contém e a mobilização da sociedade em nome da paz”,

China e Rússia firmam aliança contra ameaças dos EUA

“É estimulante e promissor que a China e a Rússia manifestem a decisão de atuar de forma coordenada no âmbito da Organização das Nações Unidas e outras estruturas multilaterais, opondo-se ao unilateralismo e ao hegemonismo dos EUA, defendendo o direito internacional, a solução dos conflitos por meios diplomáticos, a autodeterminação dos países e povos, a soberania dos Estados nacionais, a igualdade entre grandes e pequenos, ricos e pobres”

Por que Netanyahu ainda não executou a anexação da Palestina

Entre a estratégia dos sionistas no poder em Israel e sua realização interpõem-se a luta do povo palestino, a solidariedade internacional e as contraditórias circunstâncias políticas,

O Foro de São Paulo faz 30 anos

“Foi no ambiente do Foro de São Paulo que amadureceram forças políticas e lideranças populares que venceram eleições presidenciais e protagonizaram ao longo de uma década e meia o ciclo de transformações políticas, econômicas e sociais na América Latina”

Nobel da Paz para o altruísmo cubano

Por onde passa, a Brigada Henry Reeve recebe a menção honrosa de autoridades, organizações políticas, sociais, humanitárias e veículos de mídia, um contraste com o que ocorreu no Brasil, onde os profissionais de saúde cubanos foram o contingente principal do programa Mais Médicos, desativado no governo de extrema direita de Jair Bolsonaro,

1 2 3 21

Colunistas

Antônio Augusto de Queiroz
Alexandre Lucas
Lejeune Mirhan
Francisca Rocha
Clemente Ganz Lúcio
Carolina Maria Ruy
Urariano Mota
António Paixão
Paulo Kliass
Carolina Mello