A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: comissão da verdade

Comissão da Verdade dos Trabalhadores promove evento em Belo Horizonte

Seminário vai tratar de casos de empresas multinacionais que atuaram contra o trabalhador em benefício da ditadura

Filho de Jango impetra habeas corpus contra fake news do regime militar

Em 3 de abril de 1964, 11 integrantes de uma delegação chinesa que estava no Brasil foram presos, sob alegação de que agulhas de acupuntura eram artefatos homicidas e que pipas seriam mísseis direcionados ao assassinato de autoridades. Até hoje o processo sequer prescreveu pela Justiça Militar.

Comissão da Verdade cumpriu papel de rastrear desmandos da ditadura

Pedro Dallari avalia os dez anos de criação da Comissão Nacional da Verdade e destaca a importância da investigação de acontecimentos criminosos durante o período em que os militares estiveram no poder

Por que as reparações são sempre mais do que dinheiro

Quando envolvem compensação, restituição e reabilitação, as reparações podem significar muito mais do que dinheiro no bolso de alguém. Eles podem contribuir para reparar o tecido social que foi dilacerado pela violência em massa.

Procuradora Eugênia Gonzaga denuncia represália de Bolsonaro

Exonerada pelo presidente Jair Bolsonaro do cargo de presidente da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos, a procuradora federal Eugênia Gonzaga reagiu e classificou a decisão como uma “represália”.

Documentos oficiais comprovam: Bolsonaro mente sobre morte na ditadura

Ao apresentar sem provas a versão de que o servidor público Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira foi morto por militantes de esquerda, o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) escreveu mais um capítulo na longa lista das versões vagas e enganosas entregues por servidores da União à família Santa Cruz. Bolsonaro só inovou em um ponto: segundo os familiares, foi a primeira vez, em 45 anos de buscas, que ouviram falar num suposto “justiçamento” pela esquerda.

Haddad pede desculpas, em nome da prefeitura, às vítimas da ditadura

Logo após receber relatório da Comissão da Memória e Verdade da Secretaria Municipal da Prefeitura de São Paulo, que relata histórico consolidado das violações aos direitos humanos praticadas no âmbito da administração municipal entre 1964 e 1988, o Prefeito Fernando Haddad pediu desculpas públicas em nome da prefeitura de São Paulo às vítimas da ditadura.

Prefeitura de SP apresenta relatório sobre violações na ditadura

Após dois anos e três meses de trabalho, Comissão formada em 2014 por iniciativa da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, então sob o comando do ex-secretário Rogério Sottili, entrega seu relatório final, com um histórico consolidado das violações aos direitos humanos praticadas no âmbito da Prefeitura Municipal de São Paulo, entre 1964 e 1988, e que tiveram a própria prefeitura e seus servidores como violadores ou como vítimas.

Maior acervo online sobre ditadura brasileira é relançado em São Paulo

O portal Memórias da Ditadura, o maior acervo online sobre a história da ditadura no Brasil, de 1964 a 1985, foi relançado hoje (10) na capital paulista. A partir de agora, o site passa a contar também com dados e informações da Comissão Nacional da Verdade (CNV). O portal, desenvolvido pelo Instituto Vladimir Herzog, tem acesso gratuito e todo o conteúdo é de domínio público.

EUA financiaram candidatos para garantir golpe contra Jango

Os arquivos inéditos de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada em 1963 pelo Congresso Nacional para investigar o uso de recursos internacionais no financiamento de candidaturas de oposição ao então presidente da República João Goulart estão disponíveis para consulta na internet a partir desta sexta-feira (26).

Comissão da Verdade do RJ entrega relatório com lista de torturadores

O relatório final da Comissão Estadual da Verdade do Rio de Janeiro (CEV-Rio) foi entregue nessa quinta-feira (10) ao governo do estado, em cerimônia no Palácio Guanabara, na capital fluminense.

UFRJ revoga título honorário concedido ao ditador Médici

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) revogou nesta quinta-feira (10) o título honorário concedido a Emilio Garrastazu Médici, no período em que foi presidente do Brasil (1969-1974), durante a ditadura militar. Sob aplausos, a decisão foi aprovada pelo Conselho Universitário na data em que se comemora o Dia Internacional da Declaração dos Direitos Humanos. 

1 2 3 56