A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: diplomacia

Tomaz Paoliello: Política Externa, o desmonte oculto

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, parece desastrado. Declarações fortes, posições polêmicas, bate-bocas diplomáticos. Os chamativos primeiros passos da política externa do ministro indicado pelo presidente Michel Temer poderiam ser descritos mais precisamente como tropeços. Em pouco tempo à frente do governo, crises nas relações com Bolívia, Equador, Uruguai e Venezuela, todos importantes parceiros regionais do Brasil.

Por Tomaz Paoliello

Antonio Costa: Com Temer, o Brasil volta à periferia

O G-20, não custa lembrar, foi uma consequência indireta da decisão do governo Lula de articular 20 e poucos países periféricos na reunião de Cancún de agosto de 2003, para se contrapor ao G-7 e sua pretensão de abertura unilateral e incondicional dos mercados dos países periféricos. O projeto da Alca foi definitivamente bloqueado e iniciou-se uma ofensiva para aprofundar laços diplomáticos e comerciais com os vizinhos e o Sul do mundo.

Por Antonio Costa*, na CartaCapital

Fátima Mello: Serra e o desmonte radical da política externa

Foi colocada em prática uma diplomacia derrotada nas urnas, pautada pela rendição às grandes potências.

Por Fátima Mello*

A diplomacia das patadas. Ou seriam pataquadas?

Dentro dos desmanches das conquistas civilizatórias do Brasil desde a Constituição de 1988, destaca-se a atuação de José Serra, demolindo a histórica boa reputação brasileira nas relações exteriores.

Por Flávio Aguiar*

Flávio Aguiar: O Itamaraty sob intervenção

A “nova” politica externa brasileira parece a política de paquiderme em loja de porcelana. Nada contra as nobres espécies dos paquidermes – os atuais elefantes, rinocerontes e hipopótamos, e os extintos mastodontes e mamutes – em seu habitat natural. Mas uma loja de porcelanas não é o habitat natural das espécies. E a diplomacia internacional está mais para loja de porcelanas do que para savanas e descampados. 

Por Flávio Aguiar*, na Carta Maior

José Serra dá passaporte diplomático para religioso denunciado

O senador José Serra (PSDB-SP), utilizando-se do status de ministro de Relações Exteriores do governo golpista de Temer tomou uma "importante" medida no comando do Itamaraty: concedeu passaporte diplomático a dois líderes evangélicos da Assembleia de Deus, Samuel Cássio Ferreira e Keila Campos Costa Ferreira. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira (17).

A entrega do Itamaraty e a solidariedade internacional 

 Diante do ultraje e do despojo de milhões de brasileiras e brasileiros de seus votos e do projeto de governo, atuação internacional e futuro nacional que elegeram, o Ministério das Relações Exteriores, tomado pelo tucano José Serra, a convite de Michel Temer, emitiu uma nota nesta sexta-feira (13) para condenar aqueles que manifestaram sua solidariedade com a nossa luta contra o golpe. Inaugura-se assim a ignomínia de uma reviravolta em nossa diplomacia.

Por Moara Crivelente*

Diplomatas rejeitam a indicação do embaixador de Israel

Embaixadores brasileiros divulgaram uma carta criticando a indicação de Dani Dayan, feita pelo governo de Israel, para assumir a embaixada do país no Brasil. Os diplomatas, todos com destacada atuação, inclusive como ministros de estado, apoiam a decisão do governo brasileiro de rejeitar a indicação. Em Israel também há rejeição à Dayan.

A tentativa de Israel de chantagear a diplomacia brasileira

Arrogância. Esta é a palavra que define melhor a atitude do governo de Tel Aviv de nomear um líder dos assentamentos ilegais na Cisjordânia e Jerusalém Oriental como embaixador no Brasil, o argentino naturalizado israelense Dani Dayan.

Por José Carlos Ruy

Nota: Uma resposta à arrogância sionista

A Secretaria de Política e Relações Internacionais do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) manifesta-se sobre a polêmica em torno da indicação, por Israel, de Dani Dayan, para o cargo de embaixador israelense no Brasil e o fato de o governo brasileiro não ter, até o presente momento, concedido as credenciais para que o mesmo possa assumir o posto.

Rodadas de negócios vão aproximar empresários do Recife e Bélgica  

Um Dia da Bélgica no Recife. Essa é a proposta feita pelo embaixador belga Jozef Smets ao vice-prefeito Luciano Siqueira durante visita protocolar sexta-feira (9). Segundo o diplomata, a ideia é que o evento aconteça entre os meses de março e abril de 2016, reunindo empresários, gestores públicos e dirigentes de instituições ligadas ao comércio e à indústria do estado em palestras, seminários e rodadas de negócios. 

Crise e comércio na pauta da visita de diplomatas suíços a Luciano 

Uma pequena delegação suíça composta pelo embaixador André Regli, pelo cônsul geral Giancarlo Fenini e pelo cônsul honorário no Recife, Rodolfo Fehr, foi recebida nesta quarta-feira (7) pelo vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira. Segundo o embaixador, além da visita protocolar o grupo participará de conferência promovida pela Embaixada da Suíça, que vai reunir na cidade todo o corpo diplomático daquele país no Brasil, nos próximos dois dias.  

1 2 3 4 5 14