A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: golpista

Após ataque às urnas, Bolsonaro é chamado abertamente de golpista

A gravidade da reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada, onde ele acusou a existência de fraude nas urnas eletrônicas, sem nenhuma prova, causou reações duras no parlamento, na sociedade, na mídia nacional e internacional

General Heleno será convocado por causa de fala golpista contra STF

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) disse que precisa tomar “Lexotan” [remédio psiquiátrico] na veia para não levar Bolsonaro a tomar “uma atitude mais drástica” contra o tribunal

Ex-ministros de FHC, Lula e Dilma se unem contra ameaça golpista de Bolsonaro

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o ex-ministro Paulo Sérgio Pinheiro, do governo de Fernando Henrique Cardoso, disse que a unidade do grupo é uma tomada de consciência conjunta contra as políticas contrárias à democracia e aos direitos humanos que o governo de extrema-direita está colocando em prática desde a posse de Bolsonaro

Bolsonaro tenta submeter militares a seu arroubo golpista, diz deputado

O líder do PCdoB na Câmara, deputado Renildo Calheiros (PE), condenou as mudanças efetuadas pelo presidente Jair Bolsonaro no Ministério […]

Parlamentares condenam participação de Bolsonaro em ato pró-ditadura

No dia do Exército, Bolsonaro foi a ato contra Congresso e pró intervenção militar em frente ao Quartel General, em Brasília. Participação foi repudiada por políticos, magistrados e mesmo por militares.

Bolsonaro admite que divulgou mensagem golpista

Numa manobra diversionista, o presidente tentou, através de sua conta no Twitter, amenizar o impacto de seu ato afirmando que divulgou mensagem de caráter pessoal. Aliados seus confirmam que receberam e ajudaram a compartilhar a convocação.

Temer resume sua lógica: "No Brasil, cada um quer derrubar o outro"

Durante cerimônia no Planalto, nesta terça-feira (12), que reuniu empresários e sindicalistas, Michel Temer fez um discurso que define a lógica de como ele pensa o Brasil: "cada um quer derrubar o outro".

Cadê os servidores públicos indignados?

Nas marchas golpistas pelo impeachment de Dilma Rousseff, a mídia sempre deu destaque para a participação dos segmentos mais abastados do funcionalismo público. Em Brasília ou no Rio de Janeiro, que concentram muitos assalariados do setor, eles se mostraram os mais agressivos no “ódio ao PT” – segundo o noticiário.

Por Altamiro Borges*, em seu blog

Unidade programática para derrotar o projeto do golpe

O Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), popularmente conhecido como Tuca, ficou lotado para o lançamento do Plano Popular de Emergência, na noite de segunda-feira (29). Participaram do evento políticos, intelectuais, artistas e representantes dos movimentos populares. Na plateia, professores e estudantes da PUC, além de militantes dos diversos movimentos e partidos.

Apoio as reformas de Temer esvazia atos do MBL e Vem Pra Rua

Insuflados e financiados pela mídia e pela direita conservadora os movimentos MBL e Vem pra Rua ganharam notoriedade levando milhares às ruas em todo o país com um discurso de combate à corrupção e da antipolítica. Depois do golpe contra o mandato da presidenta Dilma Rousseff, o discurso desses grupos não mudou – continuam a demonizar a esquerda e se dizem contra a corrupção -, mas não conseguem atrair o mesmo número de pessoas nas ruas como aconteceu neste domingo (26).

Por Dayane Santos

Altamiro Borges: Raduan Nassar e as vaias a Roberto Freire

Nesta sexta-feira (17), o renomado escritor Raduan Nassar recebeu o Prêmio Camões, instituído pelos governos do Brasil e de Portugal, em 1988, para homenagear os autores que enriquecem o patrimônio literário e cultural da língua portuguesa.

Mobilização do povo e unidade ampla para derrotar o governo golpista

Com as eleições às mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, a designação das lideranças da coalizão governista nas duas casas e a nomeação de mais um membro da cúpula tucana para o núcleo político do Planalto, o regime do golpe completa o alinhamento das suas fileiras para dar continuidade à brutal ofensiva antinacional e antipopular no início do ano político de 2017.

Por José Reinaldo Carvalho*


1 2 3 5