A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: Taxa de juros

Taxas de Juros do cheque especial: Os mais altos desde 1984

A taxa de juros do cheque especial continuou em trajetória de alta em outubro. De acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados nesta quinta-feira (24), a taxa do cheque especial subiu 4 pontos percentuais de setembro para outubro e chegou ao novo recorde de 328,9% ao ano. Essa é a maior taxa da série histórica iniciada em julho de 1994.

Lecio Morais: O mundo abaixo de zero; a crise em uma nova fase

 Em fevereiro, notícias sobre a adoção de taxa negativa de juros por vários bancos centrais, ou a sua elevação, ganharam destaque na mídia. As decisões que mais ganharam destaque foram as dos bancos centrais do Japão e da Suécia.

Por Lecio Morais*

Trabalhadores mostram que aumentar juros é “dar banana ao emprego”

Centrais sindicais se reuniram nesta terça-feira (1º) em ato de pressão sobre o Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), no sentido de evitar novo aumento na taxa de juros; com ironia, sindicalistas mostraram que nova elevação na Selic seria como dar “uma banana” ao emprego; “A recuperação econômica do país passa pela derrubada dos juros”, cravou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Miguel Torres; tendência é a de taxa Selic ser mantida.

Juros de cartão de crédito é o maior desde 2011: 439,5% ao ano

As taxas de juros continuam subindo no início deste ano. Segundo dados do Banco Central (BC), divulgados nesta quarta-feira (24), a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito subiu 8,1 pontos percentuais de dezembro para janeiro, quando atingiu 439,5% ao ano. É a maior taxa já registrada na série histórica do BC, iniciada em março de 2011.

Projeto de Chico Lopes revoga elevação de taxas de juros do FNE 

Para que as taxas de juros para utilização de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), elevadas recentemente em mais de 70%, retornem a seu nível normal, o deputado Chico Lopes (PCdoB-CE) apresentou um projeto de lei, esta semana, na Câmara dos Deputados. 

A quem serve o Banco Central?, questionam entidades

Em repúdio à elevação da taxa de juros básica da economia, intelectuais, professores universitários, jornalistas, lideranças da sociedade civil, sindicalistas e militantes políticos que compõem a Frente Brasil Popular e o Fórum 21 divulgam, na última segunda (18), uma nota denunciando a irresponsabilidade do Banco Central e as consequências nefastas dos juros altos ao país.

Mercado financeiro pressiona BC: "se aumentar juros, é petista!”

O mercado já fez chegar aos seus cronistas que, se depois das previsões ruins para a economia mundial e piores para as brasileiras, o Banco Central não conceder um aumento generoso nas taxas de juros, isso terá sido porque o seu presidente, Alexandre Tombini, terá ‘cedido às pressões do petismo’.

Por Fernando Brito

Elias Jabbour: A taxa de juros e a Economia Política do Brasil

Evidente que defender a imediata redução da taxa de juros está além de uma questão de princípios, passando por uma séria questão de ordem pública. Aliás, para este tipo de discussão, além de princípios, devem vir questões de ordem racional.

Por Elias Jabour*

Yoshiaki Nakano: Um fato positivo na economia

Em sua coluna publicada no jornal Valor Econômico desta terça-feira (10), o professor e diretor da Escola de Economia da Fundação Getúlio Vargas, Yoshiaki Nakano, reconhece os prejuízos da desvalorização do real a curto prazo, mas aponta que “a médio e longo prazos, se a taxa real de câmbio for mantida estável, previsível e competitiva, os efeitos sobre o crescimento econômico serão extremamente benéficos para o futuro bem-estar da população brasileira”.

Banco Central dos EUA mantém taxa de juros perto de zero

O Federal Reserve (Fed), Banco Central dos Estados Unidos, manteve nesta quinta (28) as taxas de juros próximas de zero, como era esperado, mas deixou em aberto a possibilidade de um aumento na reunião de 15 e 16 de dezembro.

Juros básicos sobem para 14,25% ao ano; BC aponta manutenção no futuro

Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou, pela sétima vez seguida, os juros básicos da economia. A reunião do Banco Central (BC) que reajustou a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 14,25% ao ano, ocorreu nesta quinta-feira (29), em Brasília. Na reunião anterior, no início de junho, a taxa também tinha sido reajustada em 0,5 ponto.

Juro do cartão de crédito chega a quase 300% ao ano

Pesquisa da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) mostra que a taxa de juros do cartão de crédito subiu de 12,02% ao mês ou 290,43% ao ano em março para 12,14% ao mês ou 295,48% ao ano em abril. A taxa de abril é a maior desde março de 1999, quando chegou a 13,45% ao mês ou 354,63% ao ano.

1 2 3 4 5 7