A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Júlio Nascimento

Doutorando em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da UNICAMP e pesquisador do Centro de Conjuntura e Política Econômica (CECON/IE/UNICAMP)
Auxílio emergencial reduziu as desigualdades em 2020 no Brasil

Brasil, destaque internacional de desigualdades – seja econômica e/ou social – teve avanço na redução da pobreza e desigualdade durante o ano de 2020.

A “Democracia de Mercado”

O que vimos, no dia 8 de março, é mais um caso de irresponsabilidade do mercado com a democracia brasileira.

A Coronacrise continuará nos próximos anos

Para a Coronacrise não se prolongar para os próximos anos e não criar um ambiente de profundo caos econômico e social com elevado desemprego, recessão econômica e extrema pobreza, é necessário que ocorra uma sintonia internacional na organização do combate ao coronavírus

Por uma mudança radical na política econômica em 2021

Para 2021, esperamos que a política econômica mude seu rumo, que o Teto dos Gastos caia e que as regras fiscais incluam a redução das desigualdades como princípio

Sem renovação do auxílio emergencial, governo cria uma pandemia social

Em 2020, o auxílio emergencial amenizou os efeitos sociais da coronacrise e a não prorrogação para 2021 coloca o Brasil em um caos social, criando uma pandemia social.

Austeridade fiscal contra os Direitos Humanos

A equipe econômica do Brasil trata os direitos humanos como opção nas decisões de políticas econômicas, colocando em xeque os Pactos de Direitos Humanos e a Constituição Federal de 1988