A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Roberto Amaral

Escritor e ex-ministro de Ciência e Tecnologia
O desastre poderia ser evitado se o presidente não fosse Bolsonaro

O Brasil, pela base científica e tecnológica que logrou, tinha todas as condições para liderar a fabricação de vacinas no continente.

O Brasil não dispõe dos generais de que precisa

As fileiras que precisamos são as que sejam capazes de acatar os desígnios de seu provedor, o povo brasileiro.

Um crime monstruoso

“A virtual cassação dos direitos políticos do ex-presidente e seu encarceramento não se devem a erro judicial”.

É preciso identificar o inimigo principal

“Como tenho dito, a questão que nos atormenta e ameaça é se os atuais núcleos dirigentes e lideranças das esquerdas estarão à altura do desafio de se auto-reformar. Ou serão varridos da história por novas lideranças e organizações partidárias.” – José Dirceu

Fora Bolsonaro!

“O Fora Bolsonaro só será inconsequente caso não aponte mudanças de teor na condução do governo. Não basta mandar Bolsonaro para casa ou para a cadeia. Cabe derrotar politicamente as forças que o patrocinam”.

Os militares, seus crimes e a tentação autoritária

Ao longo da história, os militares conspiraram contra os interesses populares em nome da propriedade de terra, da burguesia e do capital internacional. Agora, encontram-se mais uma vez associados a um governo que atenta contra a vida dos brasileiros.

O bolsonarismo avança sem contraponto ideológico

“O ainda presidente Bolsonaro vem, impunemente, investindo contra as instituições republicanas, na expectativa de uma oportunidade de virada do jogo democrático, de que, aliás, já esteve próximo.”

Sem ruptura, não haverá progresso

.Não há como pensar em enfrentamento ao bolsonarismo no curto e no médio prazos longe de uma frente comprometida com a defesa das instituições democráticas e da vida.

Quem não tem projeto próprio é condenado a encampar o do adversário

“O que se propõe, em síntese, é que a esquerda, no centro da oposição, retome sua capacidade de iniciativa”

O neoliberalismo é a manifestação mais doentia do capitalismo

O Brasil estagnou no crescimento econômico e vive desmonte em demais áreas

Eleições municipais: lições e tarefas ditadas pelas urnas

A campanha de Boulos (PSOL) dá esperança para a esquerda. No entanto, o desempenho nas capitais é preocupante

São Paulo pode ditar a nova política brasileira

Ouso afirmar que o fato político mais importante desde a posse do capitão desvairado foi a ida de Guilherme Boulos e Luiza Erundina (PSOL) ao segundo turno em São Paulo, escreve Roberto Amaral

1 2 3