A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: movimento estudantil,

Estudantes divulgam Carta Aberta contra o autoritarismo na UFMA

Vinte e seis entidades representativas do corpo discente da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e coletivos estudantis assinam o documento

Deputadas parabenizam movimento estudantil pelo adiamento do Enem

As deputadas Alice Portugal e Perpétua Almeida, da bancada do PCdoB, destacaram o papel do movimento estudantil na luta pelo adiamento das provas

Entidades estudantis lançam Plano Emergencial para a Educação

Plataforma traz reivindicações de secundaristas, universitários e pós-graduandos para enfrentar os desafios impostos pelo novo coronavírus

STF notifica ministro da Educação por ofensas à UNE

Em dezembro, entidade recorreu à Corte pedindo que Weintraub prestasse esclarecimento sobre suas ofensas nas redes sociais

Movimentos sociais voltam às ruas para exigir ‘Basta de Bolsonaro’

Movimentos sociais convocam trabalhadores, estudantes e a sociedade organizada a voltar às ruas dia 5 de novembro, em todo país. O objetivo é cobrar mudanças na economia, defesa da democracia, dos direitos e justiça para Marielle.

Por Walter Félix, do PCdoB na Câmara

Ubes convoca secundaristas para três “Revoltas de Estudantes” em SP 

A União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes) realiza em São Paulo, de 17 a 20 de outubro, três encontros nacionais, encarados pela entidade como “Revoltas de Estudantes”. Com o objetivo de organizar a luta dos alunos que ocuparam as ruas contra os cortes de verbas e os ataques do governo Bolsonaro à educação, serão realizados o 14º Encontro Nacional de Escolas Técnicas (Enet), o 17º Conselho Nacional de Entidades Gerais (Coneg) e o 5º Encontro Nacional de Mulheres Estudantes (EME).

Presidente da UNE anuncia volta às ruas na greve geral pela educação

O tsunami da educação vai voltar. Nos dias 2 e 3 de outubro os estudantes, professores e servidores das universidades retornarão às ruas de todo o país na greve geral pela educação. “Nós vamos às ruas falar com a população, explicar a importância das universidades e mostrar nosso potencial”, avisa o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão.

Por Iram Alfaia

Iago Montalvão: As carteirinhas estudantis e a retaliação de Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) editou a medida provisória 895/2019, que cria uma carteira estudantil emitida pelo MEC, obrigando estudantes e entidades a compartilharem dados com o poder público. O ato não visa facilitar a vida do usuário ou aprimorar a meia-entrada: pretende retaliar e perseguir as entidades estudantis, como foi dito pelo presidente. Elas organizaram as maiores manifestações contra a tragédia das políticas educacionais e os cortes na educação e na ciência.

Por Iago Montalvão*

Iago Montalvão: Um 7 de Setembro de luta pela educação e pelo Brasil

Os estudantes brasileiros têm sido o principal setor da sociedade brasileira a se mobilizar nas ruas contra as medidas antipopulares do governo Bolsonaro, essas que atingem diretamente a educação, que, com os cortes de investimentos nessa área, já tem prejudicado a continuidade de milhares de pesquisas e o funcionamento das instituições federais de ensino superior do nosso país.

Por Iago Montalvão*

Diretoria da UEE-AM toma posse e promete jornada de lutas

Novo presidente é João Victor Barros, estudante de direito da Ulbra. 

Educação mede forças com Jair Bolsonaro

A batalha contra o desmonte da educação pública ganhou mais um capítulo. Professores, estudantes e demais trabalhadores foram às ruas neste 13 de agosto para protestar novamente contra os cortes do governo federal na educação. Convocada pelos movimentos estudantis, e realizada em 38 cidades de 18 estados, esta foi a terceira mobilização nacional em favor da pasta desde que Bolsonaro tomou posse.

Brasil tem dia de protestos em defesa da Educação e da Aposentadoria

As 27 capitais e as principais cidades brasileiras serão palco, nesta terça-feira (13/8), de grandes manifestações populares contra os desmandos e os retrocessos do governo Jair Bolsonaro (PSL). Sob o lema “Em Defesa da Educação, Aposentadoria, Trabalho, Salário e Saúde Pública”, os protestos são liderados pelo movimento estudantil – especialmente a UNE –, pelas centrais e sindicatos de professores, além das Frentes Povo sem Medo e Brasil Popular.

1 2 3 85