A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Elder Vieira

Escritor, autor de Os Anos Verdes de Lindaura (e-book, Editora Serra Azul), gestor e servidor público. É militante comunista desde 1983.
Perseguição na sessão de cinema do CPC da Umes

Caçada Humana (The Chase), de de Arthur Penn, cava fundo no “espírito do capitalismo”, cevado na pirataria, alimentado de linchamentos, fermentado na escória moral de toda uma época histórica

Sobre Alfredo Bosi morto

Alfredo Bosi passeava sua graça elegante, sua ironia fina de cavalheiro – nada cáustica e toda sutil.

Frente Amplíssima Democrática para combater a extrema-direita

A ofensiva golpista do Imperialismo não dá sinais de arrefecer. Pelo contrário. Brasil, Bolívia, Chile, Venezuela, Uruguai vivem sob o espectro golpista de forças antinacionais, inimigas da democracia e das gentes latino-americanas. Para não perder viagem e oportunidade, é bom nomeá-las: latifundiários, banqueiros, grande mídia, capital estrangeiro norte-americano e europeu.

Por que Bolsonaro ataca o cinema brasileiro?

A gente fala o tempo inteiro de soberania nacional. E quando fala disso, pensa logo em petróleo. Ou minério de ferro. Ou indústria. Mas cinema também é indústria e patrimônio nacionais: gera emprego e renda, colabora com a composição do Produto Interno Bruto do País, e desempenha papel, diria que central, na conformação da auto-imagem da Nação.

Bolsonaro quer presidir o caos e a barbárie

Bolsonaro anunciou que veio para desconstruir, para instalar o caos e a barbárie e operar por meio deles.

Não é hora de se isolar e sim agitar a tática de ampla união

A bomba detonada pelo Intercept abriu um tantinho a mais da fissura que vem se verificando no seio das elites.

Nitidez de classe e amplitude política para unir o Brasil e resistir

Olá, querida leitora e preclaro leitor. Antes que certas vozes pra lá de manjadas me venham com categorias estranhas de análise, digo logo que o “unir o Brasil” do título exclui de saída a oligarquia financeira e o latifúndio escravista que se associaram ao Imperialismo para dar o golpe contra Dilma, prender Lula e levar o País a eleger o ‘fantoche-de-Trump’ Bolsonaro. Fora esses, todo o resto é Brasil. 

Uma pessoa sem ilusões é uma pessoa livre 

Não temos ilusões. Está claro que Trump é quem governará o Brasil, e não Bolsonaro. Bolsonaro é o fantoche fascista que fará o que os norte-americanos mandarem.

Em memória de Helenira Resende, ele, não!

Sou apenas guerrilheira,
que tais são as patentes da luta.
Sou a que espalha enquanto junta,
a liberdade companheira.
Sou a Preta Helenira:
comunista brasileira.

Até quando Geraldo Alckmin será um alvo intacto?

Rolando a barra de notícias de Face, reparo que tá um tiroteio arretado. É bala pra todo lado. E todo mundo tem sua cota de munição recebida no peito. Todo mundo, vírgula: existe um sujeito que tá rindo feito besta.

Mas, afinal, qual é a tática?

Entre nós, os comunas, vigora a máxima de que é melhor errar junto do que acertar sozinho. Isso é garantia de coesão presente e futura, e fator de fortalecimento de nossa democracia interna.

O ataque especulativo contra Manuela Presidente

A candidatura de Manuela D’Ávila à Presidência da República é a que mais sofre ataques especulativos. Todos os cenários adivinhados pelos oráculos da política são invariáveis num ponto: Manuela se retirará da contenda em favor de alguém. Nunca, o inverso. São favas contadas. Inclusive, alguns dirão, do alto de sua sabedoria pragmática, que dois e dois são quatro: o PCdoB é o menor à esquerda. Trata-se apenas de saber quando recuará.

1 2 3 4