A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Tag: PCdoB,

Encontro PCs: Lula denuncia lógica irresponsável dos cassinos

Às 9 horas da manhã desta sexta-feira (21), teve início em São Paulo o 10º Encontro dos Partidos Comunistas e Operários. A abertura foi marcada pela leitura de mensagem enviada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Minha saudação, disse,“é um ato de reconhecimento à luta de todos vocês em defesa dos trabalhadores e do povo pobre. Ao sentimento de humanidade que norteia sua militância pela erradicação da miséria, da fome e das desigualdades entre os povos. E também ao seu empenho pela construção de uma nova ordem econômica mundial”.

Maior encontro internacional de comunistas começa hoje em SP

Tem início hoje, dia 21, o 10º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários. Trata-se do maior evento de nível mundial já realizado sob os cuidados do PCdoB, anfitrião desta edição de 2008. A grande maioria das delegações convidadas já se encontra em São Paulo, cidade que será palco, até domingo (23) do mais importante fórum de debates dos partidos comunistas de todo o mundo.

Membro do PC da Finlândia defende esquerda mais unida no país

PC da FinlândiaA maioria das delegações convidadas para o 10º Encontro Internacional dos Partidos Comunistas e Operários já se encontram em São Paulo. Nas várias reuniões bilaterais, dirigentes de diversos países trocaram experiências com membros da direção do PCdoB. Uma delas aconteceu entre Esa Tulki, do Comitê Central do PC da Finlândia, e Altamiro Borges, secretário de Comunicação do PCdoB.

Site da CartaCapital noticia 10º Encontro de PCs

CartaCapital publicou em sua página artigo do secretário de Relações Internacionais do PCdoB, José Reinaldo Carvalho, em que ele trata da importância do 10º Encontro dos Partidos Comunistas e Operários, que começa nesta sexta-feira. “Na contramão desse quadro de incertezas, surge a atuação coerente e elogiável dos partidos comunistas, enfatizando a gravidade da crise com foco na condenação à atitude da maioria dos governos conservadores de jogar os efeitos da crise sobre os ombros dos trabalhadores e dos países pobres”, diz.

Comunista russo compara “céu azul” na AL com “frio europeu”

O Partido Comunista da Federação Russa (PCFR) “é o único partido de oposição real hoje na Rússia”, teve 18% dos votos na eleição presidencial de março, que passariam de 20% “em eleições livres e limpas”; “mas nós acreditamos que podemos fazer melhor do que isso”, opinou nesta entrevista Tetekin (Slava) Viacheslav. Responsável pelo trabalho internacional do PCFR, ele chegou a São Paulo nesta quinta-feira (20), para participar do 10º Encontro dos PCs.

Para líder venezuelano, crise aumenta esperança no socialismo

VenezuelaNesta quarta-feira (19), Carolus Wimmer, vice-presidente do Parlamento Latino-Americano e secretário de Relações Internacionais do Partido Comunista da Venezuela, esteve na sede-escola do PCdoB em reunião com secretário de Relações Internacionais do partido, José Reinaldo Carvalho. O dirigente venezuelano é mais um dos convidados do 10º Encontro Internacional dos Partidos Comunistas e Operários a se reunir com os brasileiros em conversas bilaterais.

Sete partidos já estão em SP para 10º Encontro de PCs

Já chegram ao Brasil os delegados de sete organizações que participarão do 10º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários: Partido do Trabalho da Bélgica, Partido Comunista do Canadá, Partido Comunista dos Povos da Espanha, Partido Comunista da Finlândia, Partido do Trabalho da Irlanda, Partido Comunista da Venezuela e Tribuna Democrática Progressista do Bahrein. As delegações desembarcaram ontem (18) em São Paulo, cidade que irá sediar o evento.

Nesta mesma terça-feira, Gary Graigner, secretário de Relações Internacionais do Partido do Trabalho da Irlanda; Quim Box, secretário de Relações Internacionais do Partido Comunista dos Povos da Espanha e Baudouin Deckers , secretário-geral do Partido do Trabalho da Bélgica mantiveram reuniões bilaterais com o secretário de Relações Internacionais do PCdoB, José Reinaldo Carvalho e com o membro da mesma secretaria, Ronaldo Carmona. Conversas como essas serão mantidas com todos os partidos que estarão no encontro. O objetivo é estreitar os laços entre as organizações, fortalecendo assim a atuação dos partidos e o movimento comunista internacional.

Um dos pontos fortes desses encontros foi o diálogo com Gary Graigner. Ele tratou especialmente do importante passo dado pelo povo irlandês ao rejeitar, via referendo, o Tratado de Lisboa, espécie de constituição da União Européia. A não aceitação do documento pela Irlanda é uma importante sinalização uma vez que, para ser implementada, precisa da aprovação de seus 27 países membros.  O dirigente irlandês contou que houve muita pressão, principalmente por parte dos grandes partidos e do empresariado, pela aprovação do tratado, de teor fortemente neoliberal.

Segundo Ronaldo Carmona, as reuniões bilaterais serão uma oportunidade para que “o PCdoB dê as boas-vindas aos convidados e os apresente a dois dos documentos que sairão do encontro: a Proclamação de São Paulo sobre a crise do capitalismo e a Declaração em solidariedade aos povos da América Latina e do Caribe”. Além disso, tais ocasiões servem também para que os dirigentes internacionais tomem conhecimento sobre assuntos relacionados à realidade política e social brasileira, bem como a atuação do PCdoB nas lutas sociais, políticas e de idéias.

Hoje (19), outros oito partidos chegarão à capital paulista: Partido Comunista de Cuba, Partido Comunista da Grécia, Novo Partido Comunista da Holanda, o partido Tudeh, do Irã, o Partido Comunista Iraquiano, o Partido dos Comunistas do México, o Partido Comunista Palestino, o Partido Comunista do Paquistão e o Partido Comunista Português.

 

De São Paulo,
Priscila Lobregatte

Inscrições para seminário se encerram nesta segunda-feira, 24

Os organizadores do seminário Amazônia sustentável – que acontece dias 28 e 29 de novembro, em Belém (PA) – alertam para o prazo final para a realização das inscrições. A data limite é a próxima segunda-feira, dia 24.

Para participar do evento, que é gratuito, os interessados devem preencher a ficha de inscrição que consta na página do seminário, já que as vagas são limitadas. A inscrição, porém, fica sujeita à confirmação por parte dos responsáveis pela organização do evento. A agilização das inscrições deve-se à necessidade de ajustes nas estruturas de hospedagem e alimentação do evento.

Mais informações podem ser obtidas pelo correio eletrônico [email protected] ou pelos telefones (11) 3337-1578 ou (11) 3054-1800.

União entre PCs é 'chave para a vitória', diz dirigente

Zé ReinaldoA uma semana da realização do 10º Encontro Internacional de Partidos Comunistas e Operários – dias 21 a 23, em São Paulo – José Reinaldo Carvalho, secretário de Relações Internacionais do partido anfitrião, o PCdoB, fala sobre a importância do evento diante do atual quadro mundial, marcado pela crise do capitalismo. Neste contexto, ganha especial relevância a análise crítica dos comunistas. “Os partidos têm denunciado o capitalismo e a burguesia monopolista e chamado os trabalhadores à luta”, disse.

10º Encontro dos Partidos Comunistas e Operários terá ato aberto ao público

Dentro das atividades do 10º Encontro dos Partidos Comunistas e Operários, será realizado no dia 22/11, sábado, um ato em solidariedade à América Latina. O evento  acontecerá a partir das 18h na quadra do Sindicato dos Bancários, rua Tabatinguera, 192, próximo à Praça da Sé, em São Paulo.

O ato – único do encontro aberto ao público em geral – contará com a participação dos cerca de 70 partidos convidados. “Esta é uma forma de proporcionarmos contato entre os partidos convidados, a militância e o público brasileiro”, disse José Reinaldo Carvalho, secretário de Relações Internacionais do PCdoB. O evento, ressaltou o dirigente, “será uma ocasião para que os partidos expressem sua solidariedade com as mudanças políticas em curso na América Latina”.

Estarão presentes também representações dos comitês do PCdoB de vários estados. Na ocasião, haverá ainda apresentações de música popular brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programa Geral do 10º Encontro de Partidos Comunistas e Operários

Observação: a participação no Encontro, por razões metodológicas, organizativas e de espaço, é restrita aos convidados. A participação do público interessado será aberta no sábado, dia 22, no Ato político em solidariedade à América Latina, conforme disposto abaixo.

Quinta-feira, 20 de novembro
Recepção às Delegações e reuniões informais entre os diversos Partidos.

Sexta-feira, 21 de novembro
Manhã – Abertura e instalação do 10º Encontro
Manhã – Intervenção de abertura a cargo do Partido Comunista do Brasil, partido anfitrião do 10º Encontro
Manhã – Início das intervenções dos Partidos presentes por ordem alfabética de países, segundo ordem disposta em língua portuguesa.
Os Partidos pronunciarão intervenções relacionadas ao Tema geral do Encontro: “Novos fenômenos no quadro internacional. Contradições e problemas nacionais, sociais, ambientais e inter-imperialistas em agravamento. A luta pela paz, a democracia, a soberania, o progresso e o socialismo e a unidade de ação dos Partidos Comunistas e Operários”.
Noite – Final do primeiro dia de trabalho

Sábado, 22 de novembro
Manhã – Inicio do segundo dia de trabalho com a continuidade das intervenções dos Partidos presentes.
Noite – final do segundo dia de trabalho.  
Noite – Ato Político em solidariedade aos povos da América Latina, organizado pelo PCdoB, com a presença de todos os participantes do 10º Encontro e de outros partidos convidados, membros do Foro de São Paulo e outros partidos brasileiros. A atividade é aberta ao público e acontece a partir das 18h na Quadra dos Bancários (rua Tabatinguera, 192 – próximo à Praça da Sé, em São Paulo). 

Domingo, 23 de novembro
Manhã – Inicio do terceiro dia de trabalho com a continuidade das intervenções dos Partidos presentes.

Partidos Confirmados
1.   África do Sul – Partido Comunista Sul Africano
2.   Alemanha – Partido Comunista Alemão (DKP)
3.   Argélia – Partido Argelino para a Democracia e o Socialismo
4.   Argentina – Partido Comunista da Argentina
5.   Belarus – Partido Comunista de Belarus
6.   Bélgica – Partido do Trabalho da Bélgica
7. Bolívia – Partido Comunista da Bolívia
10. Brasil – Partido Comunista do Brasil – PCdoB
11. Brasil – Partido Comunista Brasileiro – PCB
12. Bulgária – Partido Comunista da Bulgária
13. Canadá – Partido Comunista do Canadá
14. Chile – Partido Comunista do Chile
15. China – Partido Comunista da China
16. Chipre – Partido Progressista do Povo Trabalhador do Chipre (AKEL)
17. Colômbia – Partido Comunista Colombiano
18. RPD Coréia – Partido do Trabalho da Coréia
19. Cuba – Partido Comunista de Cuba
20. Dinamarca – Partido Comunista da Dinamarca
21. Dinamarca – Partido Comunista Dinamarquês
22. Equador – Partido Comunista do Equador
23. Espanha- Partido Comunista dos Povos da Espanha
24. Estados Unidos – PC dos Estados Unidos da América   
25. França – Partido Comunista Francês
26. Geórgia – Partido Comunista Unificado da Georgia
27. Grã-Bretanha – Partido Comunista da Grã Bretanha
28. Grécia – Partido Comunista da Grécia
29. Holanda – Novo Partido Comunista da Holanda
30. Hungria – Partido dos Trabalhadores Comunistas da Hungria
31. Índia – Partido Comunista da Índia
32. Índia – Partido Comunista da Índia (Marxista)
33. Irã – Partido Tudeh do Irã
34. Iraque – Partido Comunista Iraquiano
35. Irlanda – Partido Comunista da Irlanda
36. Irlanda – Partido do Trabalho da Irlanda
37. Itália – Partido da Refundação Comunista
38. Itália – Partido dos Comunistas Italianos
39. Laos – Partido Popular Revolucionário do Laos 
40. Letônia – Partido Socialista da Letônia
41. Líbano – Partido Comunista Libanês
42. Luxemburgo – Partido Comunista de Luxemburgo
43. México – Partido dos Comunistas do México
44. Nepal – Partido Comunista do Nepal (UML)
45. Noruega – Partido Comunista da Noruega
46. Palestina – Partido Comunista Palestino
47. Palestina – Partido do Povo Palestino
48. Panamá – Partido do Povo do Panamá
49. Paquistão  – Partido Comunista do Paquistão
50. Paraguai – Partido Comunista Paraguaio
51. Peru – Partido Comunista do Peru – Pátria Roja
52. Peru – Partido Comunista Peruano
53. Portugal – Partido Comunista Português
54. República Tcheca – Partido Comunista da Bohemia & Morávia
55. Rússia – Partido dos Trabalhadores Comunistas da Rússia
56. Rússia – Partido Comunista da Federação Russa
57. Sérvia – Novo Partido Comunista da Iugoslávia
58. Síria – Partido Comunista Sírio
59. Síria – Partido Comunista Sírio
60. Suécia – Partido Comunista Sueco
61. Suécia – Partido Comunista da Suécia (SKP)
62. Turquia – Partido Comunista da Turquia – TKP
63. Ucrânia -União dos Comunistas da Ucrania
64. Uruguai -Partido Comunista do Uruguai – Frente Ampla
65. Venezuela – Partido Comunista da Venezuela
66. Vietnã – Partido Comunista do Vietnã
67. Tribuna Democratica Progressista de Bahrain
68. Partido Comunista da Finlândia
1 454 455 456 457