A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Caio Botelho

É membro do Comitê Estadual do PCdoB na Bahia
Palestina livre: uma causa de toda humanidade

É dever de qualquer amante da paz, da justiça e da liberdade apoiar a causa palestina e seu legítimo direito de resistir, pelas formas possíveis, à ocupação de seu território e violação de seus direitos mais básicos.

Eleição sem Lula é fraude (mas devemos participar dela)

É dramático o ambiente político que antecede as eleições gerais marcadas para outubro. A perseguição ao ex-presidente Lula, com a sua ainda provável prisão, e o recente assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), dentre diversos exemplos, revelam um cenário em que prevalece o Estado de exceção, resultado da violação à democracia ocorrida com o golpe de 2016.

Manuela e uma nova perspectiva para o Brasil

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) decidiu apresentar a pré-candidatura de Manuela D´Ávila à presidência da República, notícia a ser comemorada pelos setores progressistas. 

Diretas Já ou Só Diretas: uma falsa polêmica

“Nos grandes processos, vinte anos equivalem a um dia, ainda que em seguida possam apresentar-se dias que concentram em si vinte anos”, escreveu Karl Marx em carta a Engels. Recordava, com isso, que a história não é linear, uma evolução lenta e permanente de acontecimentos, mas resultado de embates diversos, idas e vindas, como uma estrada repleta de curvas e armadilhas que exigem vigilância permanente.

Lamachia e o lixo da história

Desde sua eleição para a presidência nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em janeiro de 2016, Cláudio Lamachia tem se esforçado para lançar a entidade representativa da advocacia brasileira no palanque de oposição ao governo da presidenta Dilma Rousseff.

Segue a luta contra o golpe!

 A luta política em curso no Brasil põe à prova as conquistas sociais dos últimos treze anos, os avanços no projeto de construção de uma Nação soberana e a própria democracia. É o que representa o intento golpista que está sendo levado a cabo pelos derrotados nas eleições de outubro de 2014.

 A UNE somos nós!

A nossa vida é marcada por momentos de todos os tipos. Podem passar anos ou décadas, mas sempre vamos nos recordar de cada fato que forjou aquilo que nos tornamos. Contaremos histórias de nossas aventuras, temperadas com certa nostalgia e vontade de retornar ao passado e fazer tudo de novo.

“Lampions League”: viva o futebol nordestino!

No último dia 29 de março a Arena Castelão, em Fortaleza, recebeu nada menos do que 63.399 pagantes para o último jogo da final da Copa do Nordeste, entre Ceará x Bahia – o maior público do ano no futebol brasileiro¹. No jogo anterior, a Arena Fonte Nova, em Salvador, teve sua carga de ingressos esgotada em menos de 24 horas após o início das vendas.

Organizar o Partido através da formação

“Não se trata de organizar um partido qualquer, à imagem e semelhança dos que existem no sistema da burguesia, mas um partido baseado na ideologia da classe operária, o marxismo-leninismo”[i], já dizia o histórico dirigente comunista João Amazonas, um dos principais construtores ideológicos do PCdoB.

Eu sou Estádio, e não Arena

A frase acima foi retirada de um dos cantos entoados pela Torcida Organizada Bamor, do Esporte Clube Bahia. Sintetiza, de certo modo, o sentimento de que o modelo de Arenas adotado principalmente para atender as exigências da Copa do Mundo não logrou êxito quando o assunto foi a popularização do acesso a esses equipamentos.

Começa uma nova batalha

As forças populares, lideradas pela presidenta Dilma Rousseff, sagraram-se vitoriosas no processo eleitoral encerrado há poucos dias. Foi um triunfo de grandes proporções, tanto por representar a continuidade de um projeto que há doze anos vem impulsionando mudanças significativas, quanto pelas condições adversas em que essa campanha se desenvolveu, com a direita lançando mão dos mais torpes expedientes para inviabilizar a recondução da primeira mulher a exercer o mais importante cargo do país.

Já tem Copa!

"A quem serve?", perguntava a mineira radicada na Bahia, Loreta Valadares¹, sempre que se via diante de uma situação difícil em meio à luta política. A quem serve esta ou aquela posição? Quem está do nosso lado e quem está no campo adversário?

1 2

Colunistas

Lejeune Mirhan
Francisca Rocha
Clemente Ganz Lúcio
Carolina Maria Ruy
Urariano Mota
António Paixão
Paulo Kliass
Carolina Mello
Alexandre Ganan de Brites Figueiredo
José Medeiros