A esquerda bem informada
A esquerda bem informada

Celso Marconi

Aos 91 anos, é o crítico de cinema mais longevo em atividade no mundo. Referência para os estudantes do Recife na ditadura e para o cinema Super-8.
Filme, coliseu prêmio e as homenagens que chegam

As homenagens recebidas por Celso Marconi durante a 4ª Mostra Sesc de Cinema

Um clássico do cinema francês: Lola

O clássico francês de Jaques Demy, “Lola, a flor proibida”, e a vida do artista italiano Pino Pascali no documentário de Walter Fasano

Curta “Blue”- Um poema visual em azul

O curta “Blue”, do cineasta tailandês Apichatpong Weerasethakul e a literatura de Haruki Murakami

O filme Lúa vermella

Talvez oitenta por cento do filme “Lúa vermella” pudessem ser apresentados não como cinema, mas como obra plástica

Um documentário comunista de 1936

“La vie est à Nous”, produzido pelos comunistas franceses, a tortura sob a perspectiva de Patricio Guzmán e o melodrama “Meus dias no Cairo”

Nossas derrotas desde maio de 68

As percepções da juventude francesa sobre as mobilizações estudantis de 1968 em “Nossas Derrotas” e a esperança da migração em “Mediterranea”

“Rio Doce” é o melhor filme no 10º Olhar de Cinema- Festival Internacional de Curitiba

O filme de Rio Doce, de Fellipe Fernandes, passado em bairro pernambucano e o drama familiar coreano Nam-mae-wui yeo-reum- bam, de Yoon Dan-bi

Abrindo o Festival de Cinema de Curitiba

“O dia da posse”, de Allan Ribeiro, que abriu o Festival de Cinema de Curitiba, “Capitu e o capítulo”, “Kinshasha Makambo” e “As Faculdades”

Werner Herzog, os delírios do mundo conectado

A internet em debate em “Lo and Behold, Reveries of a connected world”, “Maus Hábitos, de Pedro Almodóvar e a propaganda anticomunista em “Boa noite e boa sorte”.

Curtas premiados e os caminhos do cinema

A verdade é que os curtas são cada vez mais um tipo de cinema tão fluido que você pode ver e rever várias vezes. E a cada momento a sua impressão é que está vendo novas imagens

Assistindo ao canal Curta na madrugada

Não se pode mais pensar em televisão com o pensamento do passado. Claro que muitos canais continuam sem progresso. Mas TV hoje é totalmente cultura, dependendo do canal

O cinema e sua dimensão política hoje

Hoje, o cinema continua importante, mas o cinema brasileiro prossegue perdido, dominado pela política norte-americana. É a cabeça da produção de Hollywood que manda no cinema brasileiro

1 2 3 4 5